Mulher suspeita de injúria racial contra família em metrô de BH recebe liberdade provisória

A mulher presa no domingo (5/6), acusada de injúria racial no metrô de BH, recebeu o direito à liberdade provisória.

Anúncios

A audiência de custódia de Adriana Maria Lima Brito aconteceu nesta terça-feira (7/6), no Fórum Lafayette, na Região Centro-Sul da capital.

De acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), por meio de sua assessoria de imprensa, a acusada foi solta por ser ré primária e a pena para o crime ser inferior a 4 anos de prisão.

Anúncios

A mulher terá ainda que cumprir medidas cautelares de não manter qualquer tipo de contato com as vítimas, de comparecer a todos os atos do inquérito e ação penal, além de não poder deixar Belo Horizonte por mais de 30 dias, sem prévia autorização judicial.

Anúncios

Ofensas racistas foram registradas no vídeo abaixo:


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s