Enterrado corpo de pastor que disse que ressuscitaria em 3 dias; entenda o caso

Foi enterrado na madrugada desta terça-feira por volta de 00h30m o corpo do pastor Huber Carlos Rodrigues em Goiatuba, região sul de Goiás.

Segundo laudo de óbito, o pastor morreu na última sexta-feira, 22, por complicações cardiorrespiratórias, em decorrência da Covid-19. O homem era mantido em um refrigerador funerário desde o dia de seu falecimento.

A esposa do pastor, Ana Maria de Oliveira Rodrigues, não permitiu que fosse feito o enterro, isso porque antes de morrer, o religioso deixou uma carta reveladora a companheira, na qual dizia que ele ressuscitaria às 23h3o do 3° dia apôs a sua morte.

Em um documento denominado “declaração”, assinado em 2008, o pastor disse que teve divinas revelações do Espírito Santo e que passaria por um “mistério de Deus”, onde ressuscitaria às 23h30 – três dias após sua morte.

O transcrito diz: “eu terei atendimento médico no qual será constatada a minha morte. Mesmo após confirmado o meu óbito, me revela o Espírito Santo que será expressamente proibido aos médicos ou qualquer outra pessoa tocar no meu cérebro ou no meu corpo físico. (…) A minha integridade física tem que ser totalmente preservada, pois eu ficarei morto por três dias, sendo que no terceiro dia, às 23h30, eu ressuscitarei. Meu corpo, durante estes três dias, não terá mau cheiro nem se decomporá, pois o próprio Deus terá preparado a minha carne e meu cérebro para passar pela experiência”. Leia a carta na íntegra abaixo:

Por respeito a viúva, a funerária manteve o corpo do pastor até a data estipulada.

Agora a pouco, centenas de pessoas estavam em frente a funerária onde estava o corpo de Huber, aguardando o acontecimento. Em uma live no instagram, mais de 15 mil pessoas acompanhavam.

Por volta de meia noite, início desta terça-feira, o corpo do de Huber foi levado ao cemitério e enterrado, aos olhos de uma multidão presente e milhares de pessoas ao redor do mundo que assistiam a transmissão ao vivo.

O sepultamento aconteceu à 00h28, as pessoas pediam para o caixão fosse aberto, mas a funerária não podia atender ao pedido, já que a causa da morte foi em decorrência da Covid-19. Uma oração foi feita e aplausos finalizaram o enterro do pastor .

Por: André Santos | @dehsantos.oficial


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s